Pesquisar

Projetos

Músicos do Elo

Em julho de 2017, a Fundac lançou o curso gratuito “Músicos do Elo”, capacitando profissionais para utilizar a música como uma ferramenta de intervenção em instituições sociais e de saúde. O objetivo principal do projeto é humanizar o ambiente e facilitar a comunicação não verbal em situações de tensão e exclusão social, como em hospitais, casas de repouso para idosos, abrigos para pessoas em situação de rua, mulheres vítimas de violência doméstica, entre outros.

Os Músicos do Elo desempenham um papel fundamental ao proporcionar um espaço de diálogo livre e humano através da música, reconhecendo-a como a única forma de comunicação em muitos casos. Além disso, o projeto não apenas busca promover uma nova abordagem na prática musical, mas também defende a dignidade e a melhoria na qualidade de vida dos pacientes, familiares e profissionais envolvidos nessas instituições.

O Projeto, coordenado pelos Profs. Drs. Victor Flusser e Luiz Fernando Santoro, já foi realizado em cinco países da Europa: França, Espanha, Itália, Portugal e Alemanha; e no Brasil, desde 2017, em experiências realizadas em São Paulo e Sorocaba. Os últimos músicos formados atuam presencialmente em serviços da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

 

Dezenas de vídeos, produzidos por Victor Flusser e Luiz Fernando Santoro, que registraram a atuação dos músicos em várias instituições nesses seis países, podem ser assistidos no site www.musicosdoelo.org.

Projetos da Barra – Ecléticos

O Projeto Ecléticos, lançado em 2017, é uma iniciativa destinada às escolas públicas nas periferias de municípios da grande  São Paulo, enfocando a democratização da arte, da cultura e promoção da cidadania, através de um formato dinâmico de talk show e entrevistas. 

Este programa multifacetado aborda uma vasta gama de temas presentes no cotidiano dos jovens como violência contra a mulher, bullying, racismo, universo geek e gastronomia, promovendo a conscientização e o diálogo entre os estudantes, estimulando a reflexão crítica e o desenvolvimento de uma cultura de paz e não-violência entre os jovens.

Além de proporcionar um espaço para discussões significativas, o Ecléticos incentiva a expressão artística entre os estudantes, utilizando apresentações musicais, poesia, teatro e outras formas artísticas para engajar e sensibilizar a audiência de forma criativa. 

O projeto justifica sua existência pela necessidade de abordar questões impactantes na vida dos alunos e promover um ambiente escolar mais pacífico e respeitador. Nos últimos meses, foram realizados cerca de 20 eventos culturais em 10 escolas públicas, atingindo entre 4.500 e 5.000 espectadores, criando uma rede cultural vibrante e inspiradora nas comunidades escolares de São Paulo.

Atualmente o projeto está sendo desenvolvido nas cidades de São Paulo e Santo André.

Fundação Poder Jovem 

A Fundação Poder Jovem, em parceria com a Fundac, desempenha um papel crucial na inclusão social e apoio a jovens de 13 a 25 anos vivendo e convivendo com IST (infecções sexualmente transmissíveis), uma parcela da população particularmente vulnerável e muitas vezes marginalizada. 

Através de uma abordagem holística que abrange desde o fornecimento de cestas de alimentação e kits de higiene até a promoção de atividades que fortalecem a autoestima e a consciência cidadã, a Fundação Poder Jovem tem feito diferenças significativas na vida de muitos jovens.  

Com a entrega de 730 cestas de alimentação e 550 kits de higiene no último ano, além do atendimento direto a 30 jovens, a fundação não só atende às necessidades básicas desses indivíduos, mas também os empodera a se tornarem multiplicadores de mudança, promovendo soluções para uma vida mais saudável e segura.

 A estratégia da Fundação Poder Jovem para alcançar seus objetivos envolve a implementação de 21 projetos multidisciplinares cuidadosamente desenvolvidos, que visam incentivar a dignidade humana, os direitos fundamentais e a inclusão social dos jovens assistidos. 

Estes programas são enriquecidos pela arte, cultura e educação, e são facilitados por uma rede de voluntários e educadores capacitados. Este modelo de intervenção não só estimula o desenvolvimento psicossocial dos jovens, mas também promove sua inclusão social e auto-sustentabilidade econômica, preparando-os para enfrentar os desafios do mundo com confiança e competência. 

A parceria com a Fundac amplia o alcance e a eficácia desses programas, reforçando o compromisso de ambas as organizações com a transformação social e a melhoria da qualidade de vida desses jovens.

Jazz Sinfônica

Entre os anos de 2018 e 2020, a FUNDAC colaborou com a Orquestra Brasil Jazz Sinfônica, uma iniciativa musical que simboliza o encontro harmonioso entre a tradição das orquestras de rádio e TV e a inovação da música sinfônica com elementos do jazz. 

Criada em 1989, a orquestra representa um marco na cena cultural brasileira, mantendo viva a tradição musical ao mesmo tempo em que incorpora novas dimensões artísticas através da fusão de grupos instrumentais típicos de uma orquestra sinfônica com os de uma Big Band de jazz. 

Esta formação única permite à orquestra uma flexibilidade extraordinária e um amplo espectro de atuação, tornando-a uma das principais atrações da grade da Fundação Padre Anchieta/TV Cultura. 

As atividades didáticas da orquestra, voltadas à formação de novas gerações, reforçam a importância da música na construção da identidade e da memória nacionais.

 A parceria da FUNDAC com a orquestra Brasil Jazz Sinfônica se fundamenta nos valores compartilhados de promover a cultura, a educação e a inclusão social através da música, na democratização do acesso à música de qualidade, contribuindo para a formação de um público apreciador e crítico, capaz de reconhecer e valorizar a rica diversidade da expressão musical brasileira.

Exposição RE_USO PIRAJU_

No coração da Estância Turística de Piraju, o Projeto de exposição RE_USO PIRAJU_, idealizado pelo artista visual Wilton Garcia e sob a curadoria de Luciano Victor Barros Maluly, desdobrou-se em uma série de eventos culturais e educativos que capturaram a atenção da comunidade local entre os dias 24 de junho e 31 de agosto de 2022. 

O projeto apoiado pela FUNDAC, tornou-se uma plataforma vibrante para a exploração de temas como sustentabilidade, reutilização e interação artística. 

Um dos momentos mais emblemáticos dessa iniciativa ocorreu na sede da ETEC Waldyr Duron Júnior / Centro Paulo Souza, onde um mural sustentável foi criado.

A abertura da exposição RE_USO PIRAJU_ no Centro de Arqueologia Ambiental Mario Neme, a Casa da USP em Piraju, não foi apenas um marco cultural para a cidade, mas também uma demonstração do compromisso da Fundac em apoiar iniciativas que entrelaçam arte, educação e sustentabilidade. 

A exposição, ofereceu uma oportunidade única para os visitantes refletirem sobre o consumo, o meio ambiente e a sustentabilidade, reiterando o papel crucial da reutilização criativa de materiais na promoção de uma consciência mais ecológica e responsável.

Exposição Wilton Garcia

O Projeto de Exposição Instalação XXX_, realizado em 2020, revelou-se uma jornada artística entrelaçando técnicas como colagem, desenho, pintura, escultura e fotografia para explorar a produção de subjetividade na arte. 

Esta exposição destacou-se por transformar vestígios cotidianos em manifestações estéticas, plásticas e pictóricas, oferecendo uma perspectiva única sobre as expressões singulares do ser. 

Mais do que uma simples exibição, foi uma resposta à comercialização da informação como mercadoria, desafiando a materialidade dos produtos e serviços ao “vender” sensações, enquanto simultaneamente abordava questões de meio ambiente e consumo através da reutilização de materiais. 

A proposta estética promoveu uma reflexão sobre a arte contemporânea, enfatizando a importância de práticas sustentáveis e o impacto do consumo.

Por trás desse projeto inovador, está Wilton Garcia, natural de Belo Horizonte, MG, que desde 1987 vive e trabalha em São Paulo. Artista visual, pesquisador e professor, Garcia é Doutor em Comunicação pela USP e Pós-Doutor em Multimeios pela UNICAMP.